Ações do documento

Americano Richard Pedicini visita Presidente da Câmara

Um dos propósitos da visita de Pedicini foi solicitar o apoio de Marcos Crippa para pedir que mais peritos da Polícia Científica sejam designados a trabalharem no caso de pedofilia investigado em Catanduva.

 

Richard Pedicini conversou com o presidente da Câmara, Marcos Crippa, durante cerca de uma hora e comentou sobre o caso de pedofilia que é investigado em Catanduva.

Para Pedicini, que já esteve envolvido em um crime semelhante, passou oito dias presos, mas conseguiu provar sua inocência, as investigações em Catanduva precisam de uma melhor estrutura funcional.

O próprio promotor Santa Terra afirmou que possuem 56 policiais, 16 promotores no caso, estiveram três senadores, mas apenas um profissional faz as perícias”, afirmou.

O objetivo do americano é unir forças para garantir a vinda de mais peritos para a cidade. “é pouco índio para muito cacique”, disse.

O presidente da Câmara afirmou que encaminhará uma solicitação de mais profissionais para a cidade  à Superintendência da Polícia Científica.

“Um perito só para fazer todo o trabalho no caso de pedofilia e ainda ter de atender as outras necessidades do município é pouco. Se aumentar o número de peritos irá agilizar o trabalho, que tem de ser muito minucioso. A estrutura funcional é precária”, comentou.

Crippa afirmou que ficou feliz em receber Pedicini. “Só quem passou por uma injustiça pode saber o quanto é difícil. Acaba com a família, com os filhos, com os negócios”, disse o parlamentar.


Pedicini, por sua vez, elogiou o Chefe do Legislativo ao comentar que Crippa foi o único que teve a coragem de falar sobre a possibilidade da maioria dos investigados no caso de pedofilia em Catanduva não ser culpada e também comentar que não pode ser feito um pré-julgamento das pessoas.

“Só os bons estão dispostos a ser contra. Especialmente no caso do Legislativo. Temos de ser muito cautelosos para julgar alguém e Crippa foi corajoso em seus pronunciamentos”, afirmou.

Ana Paula Carnelossi também participou da reunião com o americano.

 

(18/06/2009)


Comunicação Social / Câmara Municipal de Catanduva)