Ações do documento

Alunos do IMES-Fafica pedem apoio contra falta de estrutura

Alunos da IMES/FAFICA marcam presença na 131ª Sessão Ordinária, realizada na última terça-feira, para protestar contra a falta de estrutura da instituição de ensino superior e apresentar uma série de reivindicações.

Alunos do IMES-Fafica pedem apoio contra falta de estrutura

Estudantes pedem apoio ao Legislativo

Com faixas e cartazes, estudantes de vários cursos pediram apoio dos vereadores em favor do que consideram um “aprendizado eficiente”. Confira a íntegra do documento que os alunos a cada um dos 11 parlamentares:

“Nós alunos do IMES/FAFICA, respeitosamente, queremos encaminhar estas reivindicações a fim de que sejam tomadas as devidas providências.

Considerando que o Curso de Odontologia requer laboratórios específicos, assim como os cursos de Biologia, Fisioterapia, Ciências da Computação, Letras, Direito, Comunicação, dentre outros cursos ministrados por esta Autarquia e, considerando que os valores das mensalidades a serem pagas pelos alunos dos cursos possuem valores altíssimos. Um exemplo, o curso de Odontologia  atualmente, R$ 1.046,00 (um mil e quarenta e seis reais), sendo este o maior valor dentre os cursos existentes no Instituto IMES/FAFICA; e, por não estarmos encontrando respostas para um aprendizado eficiente, requeremos:

1.    Proporção de, ao menos, 01 (um) docente para cada 08 (oito) alunos nas disciplinas que envolvem prática clínica do Curso de Odontologia, pois lidamos com vidas humanas, conforme é norma pré-estabelecida pelo MEC.
2.    Proporção de, ao menos, 01 (um) docente para cada 10 (dez) alunos em disciplinas que envolvam práticas laboratoriais, tais como, materiais dentários, microbiologia e biossegurança no Curso de Odontologia.
3.    Que a assistência dada pelo professor do ensino priorize a qualidade e não a quantidade, sendo que é uma Clínica Escola de Odontologia.
4.    Que os serviços protéticos sejam pagos mensalmente, sem atrasos, para que os trabalhos realizados não sejam em vão e nós possamos entregá-los em tempo hábil, para não prejudicar os pacientes e o aprendizado, pois a Instituição IMES/FAFICA não tem cumprido com os referidos pagamentos.
5.    Agilidade na aquisição de materiais para que não haja falta deles durante os atendimentos.
6.    É de extrema necessidade a melhora do Núcleo de Prática Jurídica para o Curso de Direito funcionando em espaço físico condizente, bem como a Assistência Jurídica Gratuita, pois nós alunos temos responsabilidade social com a comunidade.
7.    O Curso de Letras precisa urgentemente que volte a funcionar o Laboratório de Língua Estrangeira, pois no valor da mensalidade estão embutidas as aulas de laboratório, que não estão acontecendo.
8.    A ida dos alunos para o Campus está causando vários e diversos transtornos, pois o mesmo não possui estrutura física para abrigar os referidos alunos, e não queremos servir de “experiência” para um projeto inacabado.

Sabemos claramente das dificuldades financeiras que o IMES/FAFICA atravessa, motivada pelas recentes mudanças, adequações e reestrutura no Campus Universitário, o que, inclusive, acarreta grandes custos, porém, trata-se de uma Autarquia de Ensino que deve zelar pela qualidade e excelência.

Concluímos, assim, que todos os pedidos aqui esclarecidos estão fundamentados para proporcionar qualidade de ensino satisfatória a qual acreditamos que o Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva possa e deva oferecer para se manter como uma referência em formação universitária de Catanduva, o que mostra o desempenho dos Cursos no ENADE.

Esperamos que todos os pedidos sejam devidamente analisados com importância, os quais todos são merecedores”.
 
Catanduva , 18 de março de 2008.
Alunos do IMES/FAFICA

(Coordenadoria de Comunicação)

20/03/2008